Home Data de criação : 07/04/21 Última atualização : 11/10/17 12:05 / 37 Artigos publicados

O CRISTÃO DEVE VIVER PELA FÉ, NÃO PELA RAZÃO  escrito em domingo 23 setembro 2007 08:44

     Há muitas pessoas que se dizem cristãs mas ficam resignadas a uma vida de constantes fracassos. Elas procuram sempre apresentar motivos e razões para não reagir diante das situações que exigem fé. Se olharmos pelo lado emocional, certamente concordaremos com as desculpas, porém, do ponto de vista espiritual, deixamos de conquistar a mudança que queremos por não haver a materialização da fé.

 

     O profeta Elias, por exemplo, depois de caminhar quarenta dias no deserto de Sidon, chegou a Sarepta, e, à porta da cidade, encontrou uma viúva muito pobre, que não tinha provisões para se manter por muito tempo. O profeta lhe disse: “Traze-me, peço-te, uma vasilha de água para eu beber” (1 Reis 17.10). Embora havendo escassez, ela foi buscar a água. Elias novamente a chamou: “Traze-me também um bocado de pão na tua mão” (1 Reis 17.11). Ela explicou os motivos pelos quais poderia dar a água, mas a comida não: “Tão certo como vive o Senhor, teu Deus, nada tenho cozido; há somente um punhado de farimha numa panela e um pouco de azeite numa botija; e, vês aqui, apanhei dois cavacos e vou preparar esse resto de comida para mim e para o meu filho; comê-lo-emos e morreremos” (1 Reis 17.12).

 

     Os argumentos dela demonstravam sua total falta de confiança em Deus. Dar a água era mais fácil, mas oferecer ao profeta a última provisão que possuía e ficar dependendo somente de um milagre não era tão simples. O profeta Elias foi incisivo naquele instante: “Não temas; vai e faze o que disseste; mas primeiro faze dele para mim um bolo pequeno e traze-mo aqui fora; depois, farás para ti mesma e para teu filho. Porque assim diz o Senhor, Deus de Israel: A farinha da tua panela não se acabará, e o azeite da tua botija não faltará, até ao dia em que o Senhor fizer chover sobre a terra” (1 Reis 17.13-14)

     Naquele momento, ela estava diante de uma situação decisiva: ou acreditava no milagre predito pelo profeta ou comia o resto que tinha e morria. E, deixando a razão de lado, ela confiou nas palavras do profeta e se lançou: “Foi ela e fez segundo a palavra de Elias; assim, comeram ele, ela e a sua casa muitos dias. Da panela a farinha não se acabou, e da botija o azeite não faltou, segundo a palavra do Senhor, por intermédio de Elias” (1 Reis 17.15-16).

     Não podemos viver pela razão; temos que viver pela fé, pois, através dela, tudo se torna possível em nossas vidas. Quando nos lançamos nas mãos de Deus e ficamos na Sua dependência, Ele nos abençoa porque É fiel. Amém.

 

 

Compartilhar
1 Fan

Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para evangelizacao

Precisa estar conectado para adicionar evangelizacao para os seus amigos

 
Criar um blog